No Rio Scenarium, chorinho em clima de futebol com o grupo Taruíra

DSC_0893-2

As noites de terça, quarta e quinta-feira (24, 25 e 26) no Rio Scenarium começam com o balanço do choro contemporâneo e em clima da maior paixão nacional: o futebol. A partir das 19h30, o sexteto instrumental Taruíra volta ao palco da casa para mais uma de suas apresentações dançantes, em clima de gafieira e com o melhor da música brasileira. Dessa vez, o grupo preparou um show especial, o “Taruíra FC”, que, além de seu já conhecido repertório, apresenta canções que marcaram gerações de torcedores, trazendo para campo grandes compositores e clássicos populares.

O objetivo é relembrar as músicas que mais se destacaram nas conquistas da seleção canarinho, mas também resgatar algumas das melhores composições inspiradas pelo futebol. É o caso de “Um a zero”, uma parceria de Pixinguinha com Benedito Lacerda, motivada pela partida do Brasil contra o Uruguai em 1919, quando o uniforme verde e amarelo levou o primeiro título de campeão sul-americano. O Taruíra reuniu essa e outras canções – como “Pra frente Brasil”, tema da lendária seleção campeã de 1970, e “Na cadência do samba (Que bonito é)”, ao lado de “Aqui é o país do futebol”, de Milton Nascimento e Fernando Brant, “A ginga do mané”, de Jacob do Bandolim e “Conversa de botequim”, de Noel Rosa – em uma só faixa, lançada em maio para embalar a campanha da seleção brasileira no mundial de futebol.

O grupo é conhecido por sua mescla de ritmos – do baião ao jazz -, mas também por unir o tradicional chorinho à música pop e até mesmo à clássica. O resultado é um repertório que vai de Pixinguinha e Waldir Azevedo a Luiz Gonzaga e Beatles, incluindo também canções autorais. Suas variadas facetas se traduzem nas múltiplas linguagens, sempre com arranjos próprios, improvisos e solos cheios de personalidade. Nada como uma palavra genuinamente brasileira para dar nome ao sexteto, hoje um dos mais conceituados expoentes do chorinho contemporâneo no estado do Rio de Janeiro.

O Taruíra sobe ao palco com Breno Morais (sax soprano e flauta), Carlos Watkins (sax tenor),  José Roberto Leão (violão de sete cordas), Leandro Mattos (pandeiro), Maurício Verde (cavaco) e Yuri Garrido (bateria), e é seguido na terça pelo grupo Samba Urbano, e na quarta pela cantora Sarah. Já na quinta, quem encerra a noite é a cantora e bandolinista Nilze Carvalho.

Serviço:
Taruíra no Rio Scenarium
Datas: 24, 25 e 26/06
Horário: 19h30
Endereço: Rua do Lavradio, nº 20 – Centro – Rio de Janeiro/RJ
Classificação: 18 anos
Entrada: R$25